domingo, 24 de janeiro de 2010

Localização e Área Territorial da Paraíba

Com uma população estimada em 3.769.977 habitantes, o estado da Paraíba ocupa 56.584.6 km² de área territorial brasileira englobando 223 municípios.

Até 1994, a Paraíba possuía 171 municípios. Em 1994/1995 foram criados mais 52, perfazendo um total de 223, com suas cidades-sede, vários distritos, vilas, e inúmeros povoados. Grande parte do seu território está incluída na região semi-árida do Nordeste, identificada pela SUDENE como zona do Polígono das Secas.

Está situado no extremo leste da região Nordeste do Brasil. Tem 98% de seu território inserido no Polígono da Seca. Faz limites:

Norte: Rio Grande do Norte

Sul: Pernambuco

Leste: Oceano Atlântico

Oeste: Ceará

Cidades mais populosas - João Pessoa (capital), Campina Grande, Santa Rita, Patos, Bayeux e Souza.

Na Paraíba se encontra o ponto mais oriental das Américas, conhecido como a Ponta do Seixas, em João Pessoa, devido a sua localização geográfica privilegiada (extremo oriental das Américas), João Pessoa é conhecida turisticamente como "a cidade onde o sol nasce primeiro".





Pontos extremos:


Ao norte (Serra do vale – Belém do Brejo do Cruz)

Ao sul (Serra Pau D’arco – São João do Tigre)

O leste (Ponta do Seixas – João Pessoa)

O oeste (Serra da Areia – Cachoeira dos Índios)


Número de municípios: 223


Extensão territorial: 56.439 quilômetros quadrados ou 0,66% da área total do Brasil. É o 20º estado brasileiro e o 6º do nordeste.

O IBGE dividiu a Paraíba em 4 mesorregiões: Mata Paraibana, Agreste Paraibano, Borborema e Sertão.






Cada mesorregião divide-se em microrregiões, no estado existem 23 microrregiões.





5 comentários:

Anônimo disse...

Boas as informações preliminares.

Alisson Douglas disse...

Muito bom professor estudando pra PM aqui! Parabéns!

Toinho Viégas disse...

Professor, percebi que és um apreciador da nossa história, e tem algo que eu gostaria de lhes questionar e caso saibas por favor me deixa informado, é sobre a visita do JK a nossa Paraiba, pelo que parece-me o ocorrido deu-se em 1963, quando na oportunidade ele passou por diversas cidades inclusive em Santa Rita e Sapé, algumas pessoas falam que foi em campanha própria, mas meu pai quando vivo sempre mencionou que foi em campanha de um candidato a governador, ou senado, o qual inclusive foi perdedor. Se souberes algo por favor me fala, é que o meu pai fez as imagens dele quando em Santa Rita, e há uma pessoa interessada para posta-la em um livro sobre ele (meu pai) mas, não sei precisar esses detalhes.

Anônimo disse...

tem uma pseudo-historiadora ai que diz que a pb não cresceu no xix-i/middle e cia por que lhe faltou mão de obra..no mesmo pdf ela diz que quando faltava tal se contratava livres e fala também que em pe também faltava mão de obra e mesmo assim coloca pe com crescimento..também fala que Mamanguape isso e aquilo mesmo com a falta da tão mão de obra..ela nem cita o crescimento de polos como areia e campina grande..areia ate atraiu rebeldes confederados quando cg ainda era uma oca primitiva..

Anônimo disse...

*tal

*não confundir confederados com o csa

em outro blog já achamos muitos melhoramentos na sede e crescimento de 300%

o vácuo que fica é: por que no xix ate mesmo a insipiente natal pre-base conseguiu meter estradas de ferro ate a zona do serido e cia de acordo com alguns livros e anexar/integrar aquele território de caico alheio a eles e o território ao sul largou atrás na integração intra-estadual e em 1930 ainda estava com fronteiras litigiosas..

a distancia maior de pe fez o ce e rn conseguirem se libertar mais cedo ao longo do xix?..

o koster é uma fonte das primeiras décadas do xix; que fontes devemos usar para saber mais do xix-middle e xix-ii?..